10 Relógios para receber 2021

80

Para que possa receber 2021 com pompa e circunstância, seleccionámos dez relógios imperdíveis, que o ajudarão a entrar no novo ano no segundo certo.

AUDEMARS PIGUET

Code 11.59

Um total de dez novas variações chegam à colecção Code 11.59. Os novos modelos incluem caixas de dois tons (ouro branco e rosa) e mostradores esfumados em várias cores: vermelho, roxo, cinzento e azul. Os novos tons reforçam o carácter neutro do 11.59, transformando-o numa peça do tempo ideal para pulsos masculinos ou femininos.

Em termos de design, o aro estreito faz com que a caixa pareça maior do que os 41 mm e fornece amplitude ao mostrador, o que resulta numa aparência aberta e minimalista, mesmo com várias funções. Este visual aberto é enfatizado por ponteiros e índices finos. A caixa é única e arquitectónica, com aro redondo, mas lateral octogonal, o que lhe confere um perfil mais angular, espelhando a forma da luneta do Royal Oak. Finalmente, as asas esqueletizadas aumentam a dimensão arquitectónica do design.

Entre os dez novos modelos que agora chegam à colecção Code 11.59, há cinco referências com data, horas, minutos e segundos e cinco novas variações com cronógrafo, todas com movimento automático e correias em pele de crocodilo costuradas à mão, que combinam com a cor do mostrador.

BLANCPAIN

Villeret Quantième Complet

O modelo Blancpain Villeret Quantième Complet combina, pela primeira vez, um mostrador azul-noite com uma caixa de 40 mm em ouro vermelho. O rosto azul deste Villeret é embelezado por numerais romanos aplicados e ponteiros, ambos em ouro vermelho.

A elegância do novo Villeret estende-se ao verso da caixa. Visível através do fundo em vidro de safira, o movimento apresenta decorações cuidadas com massa oscilante em ouro vermelho.

O toque final é dado por uma correia em pele de crocodilo azul-noite, a combinar com o tom do mostrador.

BREGUET

Tradition 7597

Directamente inspirado no calibre do relógio por assinatura criado por Breguet, no final do século XVIII, o novo Breguet Tradition Quantième Rétrograde 7597 oferece uma visão aberta do movimento e inclui uma data retrógrada.

No novo Tradition 7597, uma caixa estriada de 40 mm em ouro branco ou rosa emoldura o calibre 505Q com corda automática, equipado com um escape de alavanca invertido em linha com garras de silício, bem como com uma mola de balanço Breguet também em silício. O rotor em ouro, visível através do fundo transparente da caixa, é uma reminiscência dos Perpetuelles, ou primeiros relógios automáticos.

Uma indicação da data retrógrada surge posicionada entre as 3h e as 9h e um ponteiro curvo indica a data, movendo-se no plano vertical. Este último é multicamadas, permitindo-lhe “voar” sobre os componentes do movimento. Às 10h, um corrector de rosca permite que os utilizadores ajustem a data com segurança.

BREITLING

Chronomat B01 42

Um ícone da sua época, quase 40 anos depois, o Breitling Chronomat redesenha-se e volta às luzes da ribalta.

As características do novo Breitling Chronomat B01 42 fazem lembrar o clássico homónimo da década de 1980. É o caso do bracelete «Rouleaux», integrado em aço, com fecho borboleta, ou do aro rotativo com marcadores móveis, também fiéis ao original e intermutáveis, pelo que o utilizador pode utilizá-los para uma função de «contagem crescente» ou «contagem decrescente».

Com uma caixa de 42 mm, estanque até 200 metros e ponteiros revestidos com Super-LumiNova®, o novo Breitling Chronomat está disponível numa variedade de opções de metal e mostrador. Cada cronógrafo da nova colecção é movido pelo Calibre de manufactura Breitling 01, um movimento mecânico com uma reserva de marcha de cerca de 70 horas, certificado pelo COSC.

BULGARI

Aluminium

Em 1998, a Bulgari apresentava o Aluminium, um relógio desportivo em alumínio e borracha, que viria a inspirar o design dos futuros modelos da marca. Agora, mais de 20 anos depois, o Bulgari Aluminium renasce e regressa a preto e branco, num formato hora-data e cronógrafo, com pequenas actualizações de design e uma aparência tão provocadora como a de 1998.

A grande diferença entre o novos Aluminium e o seu antecessor está no tamanho da caixa, nas asas redesenhadas, no movimento (automático em vez de quartzo) e na resistência à água, que é agora de 100 metros ao invés dos anteriores 30 metros. Além disso, a liga de alumínio é agora mais resistente e as características técnicas da borracha também foram aprimoradas.

Os novos Aluminium declinam-se num modelo de três ponteiros disponível em duas variações (mostrador cinza ou preto) e num cronógrafo com mostrador panda. Ambos apresentam uma caixa de 40 mm com aro em borracha, fundo em titânio com tratamento DLC e são entregues numa embalagem de alumínio e borracha dedicada.

CARTIER

Pasha de Cartier

O Pasha de Cartier 2020 permanece fiel ao original, mas acrescenta um pouco mais de sofisticação graças à sua coroa, que incorpora uma espinela ou safira azul, à sua pulseira intercambiável e às várias opções de personalização.

A coroa com corrente é um dos elementos-chave no design do relógio Pasha de Cartier e, agora, esconde dois segredos: uma espinela ou safira azul que veste a coroa de corda e uma gravação personalizável. Criada em forma de iniciais, a gravação é colocada sob a tampa da coroa, secreta, não sendo visível a menos que a famosa coroa com corrente seja desaparafusada.

Também a pulseira do novo Pasha evoluiu. Com novas cores e materiais, todas as versões são intercambiáveis, graças ao sistema QuickSwitch, patenteado pela Cartier.

HUBLOT

Big Bang Integral

No ano em que celebra o 15.º aniversário, o Hublot Big Bang surge, pela primeira vez na sua história, com uma pulseira de metal integrada, com o primeiro elo fundido com a caixa.

A nova colecção dá pelo nome de Big Bang Integral, uma denominação com significado duplo: Integral como em “integrado” e “integralmente produzido num material”. Para acolher a nova pulseira, a caixa do Big Bang Integral teve de ser parcialmente redesenhada, sobretudo no lado das asas, onde o módulo central teve de descer para encontrar o primeiro elo da pulseira.

Com 42 mm, a caixa possui ângulos e chanfros ao redor e uma combinação de superfícies planas escovadas e detalhes polidos. A pulseira, principal novidade deste relógio, espelha o design da caixa e adapta-o com a mesma combinação de acabamentos e chanfros grandes ao redor dos elos.

O novo Hublot Big Bang Integral está disponível em três versões – titânio, King Gold e cerâmica preta – todas movidas por um calibre cronógrafo automático de manufactura ÚNICO esqueletizado e com a roda de coluna visível às 6h.

IWC

Portugieser Cronógrafo

O novo IWC Portugieser Cronógrafo destaca-se pelo novo movimento e novas cores de mostrador.

O novo IWC Portugieser Cronógrafo destaca-se do seu antecessor ao ser movido por um calibre totalmente desenvolvido e produzido in-house. Trata-se  do movimento cronógrafo automático, calibre 69355, com roda de colunas, cuja energia lhe é fornecida através de um sistema de corda de lingueta bidireccional, e que pode ser admirado através do fundo da caixa em vidro de safira.

E porque em aposta vencedora não se mexe, o design do IWC Portugieser Cronógrafo mantém-se inalterado, com o seu mostrador clean, simples e funcional, mas agora disponível em novas cores vibrantes: azul, verde e vermelho.

OMEGA

De Ville Trésor

A colecção feminina Omega De Ville Trésor recebe novos modelos com mostradores distintos e o mesmo glamour.

Disponíveis em caixas de 36 ou 39 mm, em aço ou ouro Moonshine ™ (mais claro do que o ouro amarelo normal e um pouco mais duro), os novos De Ville Trésor recebem agora uma variedade de cores de mostrador, incluindo branco, azul PVD lacado, prateado opalino, vermelho lacado ou castanho.

A emoldurar as faces coloridas do Trésor estão 38 diamantes que se curvam ao longo das laterais da caixa. Em cada coroa, um diamante adicional, colocado no centro de uma flor Omega em cerâmica liquida vermelha, adiciona um toque de glamour e elegância.

O encanto dos novos De Ville Trésor estende-se ainda ao fundo da caixa, onde a superfície espelhada exibe um padrão metalizado “Her Time”. O toque final é dado pelas correias em pele ou borracha a condizer com a cor do mostrador.

PIAGET

Polo S

A Piaget actualizou o icónico relógio Polo S com um mostrador de cor verde forte.

O design desportivo e elegante do relógio de 1979 mantém-se, assim como o mostrador guilhoché texturizado que, agora, irradia uma cor esmeralda ou azul claro, dependendo da forma como a luz incide no mostrador. A contrastar com a nova tonalidade do Polo S estão os ponteiros, índices e janela de data em ouro rosa.

O novo Polo S apresenta-se numa caixa de 42 mm em aço, é movido pelo calibre automático de manufactura 1110P e limitado a 888 peças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.