A Cartier esteve em Lisboa, na Cinemateca, para exibir o filme premiado da marca – L’Odyssée de Cartier – e aproveitou a ocasião para informar que a nova Boutique da marca na Avenida da Liberdade deverá abrir portas no próximo mês de Julho.

É na avenida mais elegante da capital portuguesa que a Cartier abre, em Julho, a sua nova loja em Lisboa, em cuja fachada se inscreve em bronze o número 240. Situada num prédio de esquina construído no último quartel do século XIX, segundo o modelo dos boulevards do Barão Haussmann em Paris, esta loja inscreve-se com classicismo e soberania no coração da cidade.

Boutique Cartier Lisboa1Um imóvel classificado que acaba de sofrer uma reabilitação exemplar, onde se integra um amplo espaço de 250 m2 que se estende por todo o rés do chão do edifício, enquadrado por um conjunto de vitrinas emolduradas por cantaria.

Fiel ao espírito Cartier, o n.º 240 da Avenida da Liberdade, cultiva a arte de bem receber nas suas salas dedicadas à joalharia, relojoaria e acessórios, cujo conforto dos materiais nobres, sobressai o carvalho claro nas paredes e os couros castanhos nas mesas e consolas. Atmosfera requintada à imagem do projeto imaginado pelo arquiteto de interiores parisiense Bruno Moinard, responsável pelo conjunto das lojas Cartier em todo o mundo.

1A notícia da abertura da nova Boutique surgiu na sequência de um evento organizado pela Cartier na Cinemateca para exibir o filme premiado L’Odyssée de Cartier.

Trata-se de uma curta-metragem, cujo foco incide na história, valores, inspiração e arte da conhecida marca francesa.

Realizado por Bruno Aveillan, e com música de Pierre Adenot, L’Odyssée de Cartier é um filme publicitário que acompanha a viagem épica de uma pantera de olhos esmeralda, musa e símbolo da Maison Cartier.

A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.