Em 1962, Scott Carpenter orbitou a Terra a bordo da cápsula espacial Aurora. Durante a corrida ao espaço nos anos sessenta, este foi o segundo voo na órbita terrestre, e o astronauta contou, no pulso, com a precisão de um cronógrafo Breitling Navitimer.

Hoje, 50 anos passados sobre o histórico voo de Carpenter, a Breitling lança o Navitimer Cosmonaute, uma reprodução fiel do relógio que ajudou a escrever a história da aeronáutica.

Esta edição limitada a 1962 peças apresenta-se numa caixa de 43mm em aço, em cujo interior bate o movimento manual certificado pelo COSC, calibre Breitling 02.

Além do cronógrafo, o novo modelo dispõe ainda de dois outros instrumentos essenciais para a conquista do espaço: uma régua deslizante integrada no bisel rotativo bidireccional e, fiel às versões de 1962, uma escala de conversão Celsius/Fahrenheit gravada no fundo da caixa.

cosmonaute04_732pxw

Características técnicas

Breitling Navitimer Cosmonaute

icon-Movimento

MOVIMENTO

Manual, calibre Breitling 02, certificado pelo COSC, 28.800 alternâncias por hora, reserva de marcha superior a 70 horas.

icon-Caixa

CAIXA

Aço, 43 mm, bisel rotativo bidireccional com régua de cálculo circular, fundo gravado com símbolo e nome da missão, nome do astronauta e número do relógio, estanque até 30 metros.

icon-Mostrador

MOSTRADOR

Preto, contadores prata, índices, numerais das horas e ponteiros das horas e minutos com revestimento luminescente, indicações de horas, minutos, pequenos segundos, cronógrafo e calendário.

icon-Bracelete

BRACELETE

Pele Barenia, pele de crocodilo, bracelete metálica Air Racer (perfurada) ou Navitimer.

Edição limitada a 1962 peças.
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.