Para mimar o seu pai, a Cartuxa sugere o Azeite Virgem-Extra Cartuxa e dois néctares dos deuses: Cartuxa Reserva Tinto 2013 e Pêra-Manca Branco 2014.

O Azeite Virgem Extra Cartuxa é um azeite de qualidade superior extraído, sobretudo, de azeitonas verdes. São elas as responsáveis pelo carácter “encorpado” deste azeite. As azeitonas da variedade Picual transmitem frescura, as Arbequina e Cobrançosa uma delicada e complexa reunião de aromas a frutos, como tomate verde e amêndoas, com um toque muito subtil de verde folha e erva.

O resultado? Um azeite frutado e suave, ligeiramente amargo e picante, que pode ser utilizado em pratos cozidos de sabor delicado, como por exemplo, os de peixes brancos frescos e mariscos, saladas, massas, arroz, sobremesas e doçaria.

O Cartuxa Reserva Tinto 2013 é produzido a partir de castas seleccionadas, Alicante Bouschet  e Aragonez, plantadas nas vinhas mais velhas da Fundação Eugénio de Almeida. Quando as uvas atingem o estado de maturação ideal, são colhidas e transportadas para a adega, onde se inicia o processo tecnológico com desengace total e ligeiro esmagamento.

Em seguida, as uvas  são fermentadas separadamente, em cubas de inox e balseiros de carvalho francês, à temperatura de 27ºC, a que se segue maceração de 15 dias. Estagiou durante 15 meses em barricas novas de carvalho francês e 15 meses em garrafa. É um vinho com estrutura, elegante com sabor persistente e complexo.

Cartuxa Reserva Tinto 2013

Produzido a partir das castas Antão Vaz e Arinto, o Pêra-Manca Branco 2014, exibe aroma mineral, complexo, com notas de frutos secos e flor de baunilha. Na boca é um vinho cheio, com grande volume, muito fresco e final persistente. Resulta da selecção das melhores uvas provenientes de talhões seleccionados das vinhas mais antigas da Fundação Eugénio de Almeida. A escolha automática das uvas, feita bago a bago, é extremamente rigorosa permitindo que somente as melhores sigam o seu processo de produção.

Após uma ligeira maceração pelicular na prensa realiza-se uma prensagem suave, por forma a obter um produto de elevada qualidade. As fermentações alcoólicas destas castas são realizadas separadamente e com leveduras naturais para que a autenticidade deste vinho seja a real expressão do terroir, único e exclusivo. A fermentação ocorre em cubas de inox e em barricas de carvalho francês, seleccionadas pelo enólogo, com a temperatura controlada de 16ºC.

Pêra-Manca Branco 2014

Todos os processos são realizados por gravidade, garantindo a total integridade do bago e sua máxima qualidade.  Estágio: Em depósito de aço inoxidável e em barrica, durante 12 meses, sobre borra fina com batonnage periódica seguido de 9 meses em garrafa nas caves do Mosteiro da Cartuxa.

COMPARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.