Mãe, actriz, apresentadora, dona de um estilo inconfundível e friend of the brand da Omega, Cláudia Vieira, numa produção ao estilo James Bond, revela quais os seus “gadgets” preferidos.

A Cláudia faz parte do grupo internacional restrito e selecto de amigos da Omega. O que é que isto significa para si?

É uma honra enorme ser a portuguesa escolhida para fazer parte da família Omega ao lado de nomes internacionais tão sonantes como Daniel Craig ou Cindy Crawford, que já tive oportunidade de conhecer. É a prova viva que Portugal tem cada vez mais mercado para amantes de peças únicas e relógios exclusivos como só a Omega nos pode oferecer. A Omega acompanha-me desde 2017… e só espero que continue por muitos mais.

Entre os muitos papéis que desempenha diariamente, tanto na vida profissional como pessoal, como consegue gerir o seu tempo? A que estratégias recorre?

A gestão do tempo era algo com o qual me debatia no início da minha carreira. Tentava fazer tudo e acabava por não conseguir gerir a minha agenda e arranjar tempo para fazer outras coisas que me eram importantes. Hoje em dia consigo gerir e organizar o meu tempo de forma a não deixar de lado nenhum aspeto da minha vida. A minha família vem sem em primeiro lugar e tento que todos os bocadinhos que tenho fora do trabalho sejam para passar junto deles. O segredo está em arranjarmos um equilíbrio.

Vive em contra-relógio ou consegue sabo­rear cada momento?

Estou numa fase da minha vida onde consigo saborear cada momento, cada vivência. A pandemia penso que me tenha ajudado neste sentido… a não dar por garantido os pequenos prazeres da vida.

Imagine que tinha o poder de controlar o tempo. Faria uma viagem ao passado ou ao futuro?

Nenhuma das duas. Ficaria no presente. Estou numa das melhores fases da minha vida, considero-me uma sortuda por tudo me correr tão bem. Tenho projetos profissionais que me preenchem e um uma família e amigos que me deixam de coração cheio todos os dias. Talvez desse um pulinho ao futuro para perceber quando é que ficamos livre das máscaras e nos podemos abraçar e beijar todos, algo que tenho muitas saudades…

Se o seu dia tivesse mais horas, a que tipo de actividades gostaria de se dedicar?

Aproveitava cada horinha extra para passar junto dos meus. O tempo passa a correr e cada vez mais é importante dedicarmo-nos aqueles que amamos.


As escolhas

Relógio

 

Speedmaster ou Ladymatic sem dúvida. Foi os primeiros relógios que usei quando entrei para a família OMEGA e ainda hoje me acompanham. São intemporais, clássicos… algo que procuro sempre nas peças que uso.

Jóia

Brincos

Livro

“Pilares da Terra”, Ken Follet (foto)

Filme

A Vida é Bela

Peça de teatro

“Pés no Arame”, Rodrigo Guedes de Carvalho

Restaurante

Season, Lisboa

Viagem de sonho

Japão

Um lugar

Praia

Desporto

Hoje em dia Padel

Uma experiência

Ida ao Festival de Cannes

Uma memória

Nascimento das minhas filhas. Nunca vou esquecer

Ritual de beleza

Máscaras hidratantes, adoro

Uma peça de roupa imprescindível

Jeans

Não sai de casa sem…

Protector solar

A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.