O universo automóvel vintage serviu de inspiração para a mais recente colecção de relógios Cartier exclusivamente dedicada a pulsos masculinos.

Em 2016, a Cartier aposta claramente no mercado dos relógios masculinos puros e elegantes e apresenta a colecção Drive de Cartier. Trata-se de uma linha inspirada no universo automóvel vintage, uma aliança, aliás, bem visível na decoração guilhoché do mostrador que retira inspiração das antigas grelhas do radiador ou na coroa que relembra os parafusos automóveis.

No coração do novo Drive de Cartier bate o motor automático de manufactura calibre 1904MC-PS (PS referindo-se a pequenos segundos), o primeiro produzido in-house pela Maison e que exibe horas, minutos, pequenos segundos e data. Visualmente simples, este calibre destaca-se pelos acabamentos – visíveis através do fundo da caixa de 40 mm em vidro de safira – e pelo duplo tambor que ajuda a uma maior precisão, graças a uma melhor distribuição do torque, e que aumenta ligeiramente a reserva de marcha para 48 horas.

Já o mostrador é puramente Cartier, com uma zona central guilhoché emoldurada por numerais romanos numa flange “raio-de-sol”, onde se movimentam os habituais ponteiros em forma de espada em aço azulado. O Drive de Cartier está disponível em diversas opções, incluindo caixas em aço e ouro, com mostradores brancos, pretos e cinzentos e também na versão duplo fuso horário ou turbilhão.