O Pershing 108 é um misto de elegância, estilo e performance, um espaço de sonho sobre as ondas onde tudo pode ser desfrutado à velocidade de 42 nós.

Embarcar num iate de luxo, instalar-se confortavelmente a bordo envolto num manto de glamour e sulcar os mares rumo a uma paisagem paradisíaca é um sonho que a todos assalta. E é precisamente este sonho que uma companhia italiana nos oferece, onde o requinte se junta à alta tecnologia. Estamos a falar da Pershing, marca que constrói iates de luxo desde 1981 com o selo de prestígio Made in Italy.

P108-nav-100_732x458

Tudo começou com três amigos, Tilli Antonelli, Fausto Filippetti e Giuliano, que decidiram lançar mão à construção de iates onde as reconhecidas qualidades italianas de performance, estilo, elegância e elevada qualidade de materiais estivesse sempre presente em nome do conforto. O seu primeiro sucesso foi lançado à água em 1985 e em 1998 a Pershing juntou-se ao grupo Ferretti, o líder no mercado de luxo no sector. Desde então já saíram dos estaleiros de Mondolfo, em Pesaro (Itália), junto ao Mar Adriático, 25 modelos de iates. Este, o 108, é a sua mais recente novidade.

Criado pelo desenhador Fulvio De Simoni em colaboração com a equipa de arquitectos e designers do Grupo Ferretti, o 108 tem como ADN o conceito da personalização que combina linhas sinuosas com o perfil agressivo das janelas laterais.

P108_propellers_732x458Pela primeira vez, a sua motorização apresenta três motores de 2638 cavalos que o levam a alcançar uma espantosa velocidade de 42 nós graças a três hélices. Mas também pode ser extremamente silencioso, isto quando navega apenas com o motor central.

A cor branco pérola foi a escolhida para pintar o casco de toda a nova frota, onde se inclui o Pershing 108 com os seus 32,90 metros de comprimento. O interior pode ser personalizado ao gosto do seu proprietário e o esquema que aqui apresentamos é apenas uma das opções.


Características técnicas:
Comprimento – 33,23 metros
Altura – 8,26 m
Largura – 6,70 m
Deslocamento – 112, 98 toneladas
Capacidade reservatório de combustível – 12.000 litros
Capacidade reservatório de água – 2.000 l
Motores – 3×2.638 cv – MTU 16V 2000 M94
Propulsão – 3 hélices
Velocidade máxima – 42 nós
Autonomia (a 30 nós) – 380 milhas
Cabines – 4
Cabines tripulação – 3
WC – 5
WC tripulação – 1
Número máximo de pessoas embarcadas — 20

Saiba mais na edição impressa da Turbilhão.

PARTILHAR
José Manuel Moroso integrou os quadros do EXPRESSO como jornalista e aí trabalhou em várias áreas durante mais de 20 anos. Foi durante muitos anos responsável pela famosa secção Gente (Expresso), substituindo Pedro d’ Anunciação, passou pela política, foi editor de desporto, editor dos Guias do Expresso e do Livro da Boa Cama e da Boa Mesa e editor da Sociedade. Especializou-se, também, em críticas de vinhos e a escrever sobre relógios. Transitou, depois, para o jornal Sol, acompanhando a anterior direcção do EXPRESSO, onde se manteve nove anos, até ao final de 2015.