Com uma história recheada de glória e luxo, o Vidago Palace alia o romantismo de outros tempos ao conforto actual.

Após quatro anos de profundo restauro, esta jóia hoteleira da “belle époque” reabriu em Outubro do ano passado, com cinco estrelas e a chancela da Leading Hotels of the World. Cem anos passaram desde a inauguração, numa zona particularmente arborizada de Trás-os-Montes, perto de Chaves, conhecida pelas suas águas termais.

No interior, as escadarias, os lustres, a decoração evocam esses tempos. O Salão Nobre – anteriormente o salão de baile – acolhe agora o restaurante principal e mantém-se como um dos espaços mais grandiosos do Vidago Palace. Em Maio, a revista Condé Naste Traveller incluiu este hotel na “Hot List” dos 65 grandes hotéis mundiais, considerando-o um “resort hotel com estatuto de grande dama” e elogiando o serviço, a qualidade dos materiais e o trabalho dos artesãos que trabalharam no restauro, que classifica de “incomparáveis”.

Nesta sua segunda vida, o Vidago Palace sofreu um investimento de milhões. O novo spa de 2500 m2, construído de raiz, com linhas minimalistas, fornece o contraponto moderno à arquitectura clássica do Vidago Palace e oferece um “argumento” de peso: as águas termais, indicadas para distúrbios digestivos, dores musculares e reumáticas, sistema nervoso, doenças do foro metabólico, cardiovasculares e de pele. O spa integra assim uma piscina interior, uma exterior, uma com hidromassagem e 20 cabines de tratamento, duas das quais com duche Vichy feito com água Vidago.

Com as obras de restauro, o campo de golfe com 9 buracos projectado em 1936, foi ampliado e dispõe agora de um percurso de 18 buracos. O campo integra-se num parque de 40 hectares criado em 1910 e que alberga árvores centenárias, várias espécies de aves e até esquilos. Já o parque é ideal para uma caminhada matinal ou ao final da tarde. Proporciona também uma série de actividades para crianças que variam de acordo com a época do ano. O hotel disponibiliza ainda bicicletas e pontualmente passeios de charrete no interior do bosque.

golf_732x458

Existem igualmente visitas guiadas ao rico património arqueológico da região, como o Complexo Mineiro Romano de Tresminas, a centros de artesanato no concelho de Chaves e a Guimarães. Um cruzeiro no Douro a bordo de um barco Rabelo é outra actividade proposta, incluindo uma passagem por uma quinta produtora de vinho e azeite. Para os amantes da culinária, há também workshops dedicados a compotas, geleias e doçaria, percorrendo as várias etapas da sua confecção.

PARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.