Nascido no coração dos vinhedos de Cognac, em França, La Quintinye Vermouth Royal distingue-se pela elegância, delicadeza e refinado sabor, que lhe conferem a sua personalidade única.
Em 2016 foi considerado o melhor vermute pelo prestigiado Ultimate Spirits Challenge.

La Quintinye Vermouth Royal une a alma da região de Charente à visão e paixão presentes em cada criação da Maison Villevert. Com assinatura do enólogo e mestre destilador Jean-Sébastian Robicquet, nasceu do encontro de vinhos franceses com o Pineau des Charentes – um vinho fortificado feito a partir do mosto de uva e Cognac –, e de uma mescla aromática seleccionada de especiarias e plantas, como o absinto.

Pensado para ser o aperitivo perfeito de quem aprecia as coisas boas da vida, é também uma homenagem à própria história do vermute: um invento italiano do século XVI com propósitos medicinais. Também homenageia Jean-Baptiste de La Quintinye, o visionário botânico de Luís XIV, o Rei Sol. Nascido na região de Charente, foi o criador da famosa Horta do Rei no Palácio de Versailles. O seu retrato frente aos seus jardins está presente no rótulo de La Quintinye Vermouth Royal, assim como a flor-de-lis, símbolo da realeza francesa. As ilustrações, ao estilo dos botânicos do século XVI, representam as plantas que se encontram na composição deste vermute: a artemísia, a flor de uva, as raízes de íris e angélica.

O melhor vermute do mundo

La Quintinye Vermouth Royal Rouge foi eleito o melhor vermute do mundo em 2016. Galardoado com o Chairman’s Trophy na 7ª edição do Ultimate Spirits Challenge, recebeu 97 pontos em 100, tornando-se o vermute francês mais bem cotado naquela que é a mais influente e prestigiada competição de bebidas espirituosas.

Texto deCompanhia das Cores
PARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.