Uma embarcação um pouco mais pequena do que a habitual imagem de marca do estaleiro italiano, famoso pelo luxo e qualidade dos seus iates

A Ferretti, que sempre nos habituou aos seus cruzeiros com muito mais de 50 pés, apresenta-nos agora o novíssimo 550, uma embarcação moderna, elegante e luxuosa que levanta um pouco o véu sobre quais serão os próximos projectos deste famoso estaleiro italiano, que agora alarga a sua oferta a cruzeiros com dimensões mais reduzidas.

Com um comprimento de 16,82 m, um calado de 1,5 m e deslocando 24.860 kg, este Ferretti 550 foi desenhado com o objectivo de combinar dois parâmetros nem sempre fáceis de casar: elegância e filosofia desportiva.

9022As suas linhas aerodinâmicas evidenciam desde logo o cuidado que os italianos normalmente depositam nos seus padrões estéticos, mas foram também pensadas para conferir objectivos mais desportivos. Deu-se também muita atenção à contenção do peso deste iate, e isto de forma a assegurar a diminuição de consumos.

A sua velocidade de cruzeiro aponta para os 26,5 nós, mas o Ferretti 550 está estudado para conseguir dar um máximo de 30 nós. O armador pode, no entanto, querer dar mais atenção ao já de si enorme conforto a bordo, optando por isso pela instalação de estabilizadores giroscópicos.

Começando a descrever este Ferretti 550 de cima para baixo, a ponte de comando no exterior chama-nos logo a atenção para pormenores de funcionalidade, como seja a instalação de uma mesa extensível e contornada por um sofá. Ainda no exterior, mas desta vez à proa, destaca-se um enorme solário.

Quando descemos, vamos desembocar no chamado piso principal, onde se destaca a principal ponte de comando, esta no interior. Imensa luz a entrar pelas rasgadas superfícies em vidro, ilumina todo o luxuoso habitáculo, onde vamos encontrar, logo a seguir à ponte de comando, uma mesa de café, localizada a bombordo, e uma mesa de refeições, a estibordo. Logo por detrás dela, uma elegante e funcional cozinha. À popa, e já na área exterior, vamos encontrar uma espaçosa e agradável zona de convívio.

O acesso ao piso inferior, onde se encontra a zona dos camarotes, continua a dar-nos os mesmos sinais de luxo e elegância, com a nossa atenção a focar-se imediatamente no camarote central, normalmente destinado ao armador. Exibe uma cama dupla, uma pequena mesa, escritório, wc privado e uma enorme área de duche.

Uma segunda cabina, instalada na proa, oferece-nos igualmente uma cama dupla e acesso a dois wc que servem também de apoio à terceira cabina que apresenta, a bombordo, duas camas individuais.

Para mover a embarcação, foram instalados dois motores, cada um debitando 715 cv, com o Ferretti 550 a poder armazenar 1.500 litros de combustível e 680 litros de água.

Enfim, um elegante e potente iate que ostenta mais uma insígnia de luxo e qualidade saídas dos famosos estaleiros italianos da Ferretti.

PARTILHAR
José Manuel Moroso integrou os quadros do EXPRESSO como jornalista e aí trabalhou em várias áreas durante mais de 20 anos. Foi durante muitos anos responsável pela famosa secção Gente (Expresso), substituindo Pedro d’ Anunciação, passou pela política, foi editor de desporto, editor dos Guias do Expresso e do Livro da Boa Cama e da Boa Mesa e editor da Sociedade. Especializou-se, também, em críticas de vinhos e a escrever sobre relógios. Transitou, depois, para o jornal Sol, acompanhando a anterior direcção do EXPRESSO, onde se manteve nove anos, até ao final de 2015.