Seja devido a obrigações profissionais ou para acompanhar as novas dinâmicas sociais, estar conectado ao mundo é, hoje, quase uma necessidade primária. Com o intuito de satisfazê-la, as marcas de automóveis já disponibilizam completos sistemas de info-entretenimento, ligados à Internet e ao fantástico mundo das aplicações móveis. Venha descobri-lo.

Longe vão os tempos em que a única ligação do veículo ao exterior se limitava à existência de um auto-rádio. Acompanhando a evolução da sociedade, os fabricantes começaram a apresentar completos sistemas de info-entretenimento nos seus carros, com avançados sistemas áudio e funções de navegação. Hoje existem complexas plataformas que, a par das referidas capacidades, gerem também as funções do telefone, lidam com dados, proporcionam acesso às definições do veículo e permitem comandar a telemática e as funcionalidades de apoio à condução. Mais do que isso, os carros passaram a ser autênticas centrais de comunicação, apresentando-se como extensões dos smartphones e viabilizando-lhe o acesso a um sem-número de aplicações, naquela que é uma ligação permanente ao mundo.

Dúvidas houvesse sobre as novas funcionalidades de info-entretenimento dos carros, são dissipadas pela interoperabilidade de alguns automóveis com a Apple, através do Apple CarPlay. Ao contrário do que possa pensar, não se trata de um sistema que opera com iOS, mas antes de uma plataforma de conectividade que assegura a transmissão para o veículo do ambiente do seu smartphone Apple, permitindo-lhe controlar as funções do telefone e as aplicações através do monitor do carro ou da sua voz. Uma vez conectado por cabo, poderá ver o seu ambiente do telemóvel no display, ler e enviar mensagens, aceder às suas listas de música do iTunes, ouvir podcasts, utilizar a navegação via Apple Maps e utilizar algumas apps independentes. Cadillac, GMC, Audi, Honda e Mercedes-Benz são algumas das marcas que já asseguram a compatibilidade com esta plataforma.

Como não poderia deixar de ser, também a Google quis assegurar que os seus utilizadores estão sempre ligados a tudo aquilo que se passa no mundo virtual e que beneficiam da comodidade das suas aplicações móveis. Fá-lo através da plataforma Android Auto, que projecta o ambiente especificamente desenhado para a condução no smartphone ou no monitor do veículo. Aqui, o utilizador poderá aceder a informação útil – como destinos sugeridos, compromissos na agenda ou meteorologia – ouvir as suas músicas do Google Play, escutar e enviar mensagens através de comandos de voz, interagir com redes sociais e mais de 500 aplicações ou utilizar o sistema de navegação. Terá de ter, no entanto, um smartphone com a versão 5.0 (Lollipop), ou superior, do sistema operativo. Por outro lado, a parte positiva é que a compatibilidade com os fabricantes é imensa e, da Alfa Romeo à Bentley, passando pela Cadillac, Audi, Infiniti, Jaguar, Lamborghini, Maserati, Mercedes-Benz, Volkswagen ou Volvo, muitos são os veículos preparados para utilizar a plataforma.

Independentemente dos sistemas operativos dos smartphones e tablets, também os fabricantes de automóveis desportivos e de luxo têm vindo a elevar ainda mais a fasquia, adicionando ferramentas que acrescentam maior controlo e conforto ao condutor e passageiros do veículo.

Bastante revolucionário a nível tecnológico, o Mercedes-Benz Classe S veio estabelecer um novo paradigma na conectividade a bordo com o Mercedes Comand. Dotado de inúmeras funcionalidades, o sistema aparece em toda a sua plenitude na sua mais recente versão, a bordo Classe E. Compatível com Apple CarPlay e Android Auto, a plataforma é executada em dois ecrãs LCD HD, sendo que uma atua como painel de instrumentos e a outra como palco musical e de navegação. Graças à conexão à Internet, é fácil guardar preferências ou pesquisar pontos de interesse. O sistema tem um menu bastante completo, que poderá demorar algum tempo a percorrer. No entanto, existe um botão que permite aceder de imediato às funcionalidades mais importantes.

Já a BMW está no topo da conectividade graças ao famoso iDrive. O sistema contempla um monitor HD de elevado contraste e com excelente reprodução de cores, passível de ser repartido em dois para administrar funções em simultâneo, como, por exemplo, o rádio e a navegação. Neste particular, note-se que a função Connected Drive permite fazer o download de serviços para o sistema, sendo de destacar o Spotify, pela possibilidade de enaltecer ainda mais o entretenimento a bordo. Este é ainda complementado por um sistema áudio completo Bowers and Wilkins no BMW Série 7.

Reconhecida como uma das melhores interfaces do mercado, a Audi Virtual Cockpit substitui o convencional painel de instrumentos por uma plataforma digital de 12.3”, controlada a partir do volante. Bastante simples, pressupõe um botão para alterar o formato e tamanho dos instrumentos e duas setas para as restantes funcionalidades. Navegação, áudio e telefone podem ser controlados através de reconhecimento de voz, facilitando a utilização de todo o sistema. Já o MMI (Multimedia Interface) usufrui de compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. Recorrendo a um monitor touch-screen de 7 polegadas, faz uso do sistema Audi Connect e da Informação Google Earth para poder reproduzir a imagem do entorno do veículo.

O Volvo Sensus faz a sua estreia na nova geração do XC90. É compatível com Apple CarPlay e Android Auto, podendo ser transformado num hotspot de wi-fi. O enorme ecrã de 9” pode ser personalizado com diversos temas e suporta funções de toque, aproximação (zoom) e troca de páginas por gestos. Existe conexão para rádio por satélite e suporte para a app Skype for Business, permitindo que o condutor participe em chamadas de teleconferência sem interagir com o telefone.

O Grupo Fiat-Chrysler Automobiles desenvolveu o UConnect, considerado um dos sistemas mais intuitivos da indústria. Com possibilidade de subscrição de dados, pode transformar-se num hotspot sobre rodas, fornecendo acesso à web a todos os passageiros. O Alfa Romeo Stelvio, por exemplo, contempla nas versões de topo um ecrã 8.8” e Navi 3D, complementado com um sistema áudio Hi-Fi Sound Theatre. Ligado ao Apple CarPlay ou ao Android Auto, as possibilidades da plataforma são infinitas e estão ao nível do que de melhor se faz na indústria.

PARTILHAR
Apaixonada por automóveis e em demanda de emoções fortes, no momento de escolher uma vertente do jornalismo, Andreia Amaral não teve dúvidas de que escrever sobre carros seria o que a faria feliz. Ao longo da sua carreira, trabalhou para diversas publicações do sector. Ecléctica em interesses, hoje, divide o seu tempo entre dois amores: os motores e a Economia. Para além de colaborar com diversas revistas, é editora da Turbo Oficina e do Guia Empresarial (suplemento do JN).