O Mercedes AMG GT S é um desportivo que alia a sua enorme potência a uma estética elegante que faz parar quem o vê. Uma proposta de adrenalina que encanta quem o conduz.

É impossível ficar indiferente ao Mercedes AMG GT S. Antes de mais pelas suas elegantes linhas, design muito dinâmico que não esconde os genes desportivos que lhe dão corpo. A grande sonoridade que salta dos escapes é outra importante chamada de atenção e não há quem evite voltar-se na direcção do potente veículo.

Claro que é uma pena ter-se abdicado das célebres ‘asas de gaivota’ – as portas que abriam para cima -, mas ganharam-se outras armas. O V8 atmosférico foi trocado por um V8 biturbo, o que só por si anuncia uma máquina muito mais performante.

São 510 cavalos à nossa disposição e um poder de aceleração dos 0 aos 100Km/h cumprido em apenas 3,8 segundos! É de arrepiar, é verdade, mas a adrenalina que nos preenche o corpo é uma dádiva única. A entrega do V8 biturbo é total e cola-nos ao assento com desenho desportivo.

Com um centro de gravidade muito baixo, normal num desportivo, o Mercedes AMG GT S como que ‘come’ o asfalto, mas o condutor tem de ter algum domínio sobre a máquina para evitar efeitos de sobreviragem. Aqui não de admitem erros e é por isso que toda a mecânica está preparada para suportar velocidades mais elevadas, embora isso não seja muito aconselhável em plena estrada. Mas como havemos de resistir á tentação? De qualquer forma, os travões com discos carbocerâmicos estão lá para o que der e vier.

 

Para ajudar a uma condução mais segura, a rápida caixa de dupla embraiagem com sete velocidades é um importante instrumento, mas o Mercedes AMG GT S oferece-nos outros meios para usufruirmos a nosso gosto. Apesar de haver 5 modos de condução (Individual, Confort, Sport, Sport + e Race), há ainda a possibilidade de configurarmos individualmente a suspensão, a caixa, o escape e o ESP.

Quanto ao habitáculo, destaque para a superior qualidade dos materiais e para a boa posição de condução. A informação fornecida pelo computador de bordo é muito completa e é mais um dado a aumentar a alta qualidade deste Mercedes AMG GT S.

Com um visual bem atraente e um comportamento altamente dinâmico, este desportivo é um sonho nas mãos de quem o conduz e de quem o vê passar pelas estradas.


 

Ficha Técnica

MERCEDES AMG GT S

Motor: 8 cilindros em V
Cilindrada: 3962 cc
Potência: 510cv/6250rpm
Transmissão: traseira; caixa automática de 7 velocidades
Com/Larg/Alt (mm): 4546/1939/1288
Peso: 1645 kg
Velocidade máxima: 310 km/h
Aceleração  (0 a 100 km/h): 3,8 segundos
Consumo misto: 9,6 litros
Emissões: 224 g/km

 

PARTILHAR
José Manuel Moroso integrou os quadros do EXPRESSO como jornalista e aí trabalhou em várias áreas durante mais de 20 anos. Foi durante muitos anos responsável pela famosa secção Gente (Expresso), substituindo Pedro d’ Anunciação, passou pela política, foi editor de desporto, editor dos Guias do Expresso e do Livro da Boa Cama e da Boa Mesa e editor da Sociedade. Especializou-se, também, em críticas de vinhos e a escrever sobre relógios. Transitou, depois, para o jornal Sol, acompanhando a anterior direcção do EXPRESSO, onde se manteve nove anos, até ao final de 2015.