São belos, irreverentes e carismáticos. Rápidos e vibrantes, distinguem-se pela sonoridade gritante dos muitos cavalos que escondem. Despertam sentimentos de desejo e de posse. Tocar-lhes, conduzi-los e controlá-los tornam-se necessidades quase primárias.

Esta é a matéria de que os sonhos são feitos…berdade e às sensações. Na promessa de momentos inesquecíveis, as marcas apresentam as suas versões cabriolet, numa panóplia de requinte em que o mais difícil será mesmo escolher.

1. McLaren P1

Duas décadas depois de a McLaren ter revolucionado o segmento dos superdesportivos, o P1 entra directamente para a lista das obras-primas da indústria automóvel. Só daqui a um ano é que será comercializado, mas a marca revelou que pretende que este seja o carro de estrada mais rápido de sempre. Embora não tenha adiantado detalhes técnicos, sabe-se já que terá um motor que debita 720 cv e um rácio peso/potência de 600 cv/tonelada.

O P1 terá três modos de condução: pista, cruzeiro e cidade. No primeiro, tira-se o máximo proveito das características dinâmicas, com a suspensão a ajustar-se para baixar o ponto de gravidade.


2. Renovatio T500

Os eslovacos da Tushek Supercars apresentaram a sua nova estrela: o Renovatio T500. Preparado para a competição e homologado para estrada, distingue-se pelo seu carácter incisivo. As linhas aerodinâmicas, as portas estilo tesoura e a traseira agressiva, onde sobressaem o deflector e o aileron sobredimensionados, não deixam dúvidas sobre as suas performances.

O Renovatio T500 está equipado com um bloco assinado pela Audi. O V8 de 4,3 litros e 445 cavalos leva o T500 aos 310 km/h em permite-lhe acelerar dos 0 aos 100 em apenas 3,7 segundos. Para ter, só sob encomenda e desembolsando cerca de 300 mil euros.


3. Aspid GT-12 Invictus

O mercado europeu tem ainda no seu espólio o novíssimo GT-12 Invictus. Assinado pelos espanhóis da Aspid, antiga IFR Automotive, sobressai pelo prazer de condução. Com uma configuração 2+2, irradia agressividade. O traço é forte e futurista, marcado pelas linhas geométricas e formas vincadas. As entradas de ar laterais, para arrefecimento das rodas traseiras, e os pneumáticos dianteiros, expostos praticamente na íntegra, são elementos que distinguem de imediato o novo GT-12.

O motor é o V8 de 4,4 litros da BMW. Com 450 cv de potência e um binário máximo de 440 Nm, acelera dos 0 aos 100 km/h em menos de três segundos e atinge os 305 km/h de velocidade máxima. De tracção traseira, pode receber uma transmissão de dupla embraiagem de sete velocidades ou uma caixa manual de seis.

Só deverá estar disponível em 2014 e estima-se que o preço ronde os 125 mil euros.


4. Rimac Concept One

Já os croatas da Rimac revolucionaram este segmento aquando da apresentação do Concept One, um superdesportivo exótico e… eléctrico! Se pensa que estes veículos se afastam das performances de sonho, desengane-se!

O Concept One tem uma potência equivalente a 1088 cavalos e um binário de 1600 Nm, o que lhe permite viajar dos 0 aos 100 Km/h em apenas 2,8 segundos e circular a 310 Km/h, embora seja possível elevar esta fasquia por pedido, uma vez que a velocidade máxima está limitada electronicamente. Com autonomia para 600 Km, distingue-se pelo controlo independente de cada roda, concretizado pela inclusão de um sistema autónomo em cada um dos elementos de contacto com o solo. Tudo isto estará ao alcance de quem esteja disposto a gastar 742 mil euros.


5. Trident Iceni Grand Tourer

O Trident Iceni Grand Tourer é outro automóvel que rompe preconceitos e prova que os superdesportivos também podem receber motores a gasóleo. A nova coqueluche do construtor da Grã-Bretanha é um rodaster de dois lugares e linhas ao melhor estilo “british”. Recebeu um bloco turbodiesel V8 de 6,0 litros, com 430 cv e 1286 Nm de binário máximo.

Nesta versão, o Iceni poderá chegar aos 100 km/h em apenas 3,7 segundos e atingir uma velocidade máxima de 321 km/h. No entanto, o construtor revelou que disponibilizará uma outra versão, com 660 cv e 1422Nm! É potente e amigo do ambiente, já que, de acordo com a marca, é possível ter um consumo de 4,1lt/100Km a uma velocidade de 113 km/h, altura em que o motor funciona às 980 rpm, mas, mesmo assim, disponibiliza uns impressionantes 948 Nm. E tem um preço base de 95 mil euros, bem abaixo do normal no segmento.


6. Koenigsegg Agera R

Da Suécia chega-nos o Koenigsegg Agera R. O modelo mítico, que tem sobre si o peso de ser considerado o carro mais rápido do mundo, recebeu um restyling para 2013, embora as maiores alterações tenham sido efectuadas no campo mecânico e da engenharia. Assim, sob o design estonteante está uma carroçaria onde a fibra de carbono é a estrela e uma das grandes responsáveis pela redução do peso. No campo da inovação, destaque ainda para a tecnologia das rodas de fibra de carbono ocas.

À embalagem junta-se um motor 5.0 V8 biturbo ainda mais potente, associado a uma transmissão de dupla embraiagem e sete velocidades. De 1115 cv a potência máxima passou para 1140 cv, o que poderá levar o Agera R a uma nova velocidade máxima de 439 km/h, superando o recorde de 434 km/h detido pelo Bugatti Veyron Super Sport.

Ainda na lista dos recordes, convém não esquecer que o Agera R continua a ser o mais rápido na viagem dos 0 aos 300 km/h, que faz nuns impressionantes 14,53 segundos.


7. Dodge SRT Viper GTS Launch Edition

O novíssimo Dodge SRT Viper GTS Launch Edition desenvolvido pelo departamento desportivo da Chrysler, Street and Racing Technology (SRT), será possível adquiri-lo, nos Estados Unidos, por cerca de 120 mil euros. Um investimento que valerá a pena, já que o seu valor deverá aumentar exponencialmente por se tratar de uma edição limitada. Recuperando o esquema de pintura clássico do Viper, em azul metalizado e com duas faixas brancas, as suas linhas têm tanto de tradicional como de inovador.

Verdadeiramente intemporal, esconde sob o capot um motor V10 de 8,4 litros que gera 640 cv de potência e 813 Nm de binário. Apesar de a marca ainda não ter adiantado as performances ou características técnicas, sabe-se que este será o primeiro Viper a incorporar elementos como o controlo de tracção, controlo de estabilidade e ABS.


8. SSC Tuatara

0 aos 100 em 2,5 segundos e dos 0 aos 200 km/h em 6,7 segundos!
Dos mais rápidos aos mais requintados, a nova estação oferece descapotáveis para todos os gostos. Se gosta de passear de cabelos ao vento e de emoções fortes, estes super bólides deverão dar-lhe argumentos para não esperar mais…

Eleger o preferido entre estes exclusivos bólides, não é tarefa fácil. Se o comum dos mortais ficaria em êxtase por ter qualquer um deles, há quem não descanse enquanto não os tiver todos, religiosamente escondidos numa garagem de sonho.

Leia mais na edição impressa da Turbilhão.

PARTILHAR
Apaixonada por automóveis e em demanda de emoções fortes, no momento de escolher uma vertente do jornalismo, Andreia Amaral não teve dúvidas de que escrever sobre carros seria o que a faria feliz. Ao longo da sua carreira, trabalhou para diversas publicações do sector. Ecléctica em interesses, hoje, divide o seu tempo entre dois amores: os motores e a Economia. Para além de colaborar com diversas revistas, é editora da Turbo Oficina e do Guia Empresarial (suplemento do JN).