Com o bom tempo a convidar a passeios memoráveis de cabelos ao vento, escolher a companhia certa para criar momentos inesquecíveis pode ser uma missão difícil. Ciente de que os gostos são diferentes e complexos, o mercado multiplica-se em propostas que pretendem ir ao encontro das diferentes expectativas. Para que encontre o seu par perfeito, revelamos-lhe algumas das mais recentes novidades de descapotáveis de diferentes segmentos.

Se durante alguns anos a escolha de um descapotável tendeu a recair maioritariamente sobre modelos desportivos, hoje, um mercado mais exigente espera uma proposta de valor que encaixe na perfeição nos seus requisitos, sejam eles de performance, conforto ou versatilidade. Em resposta, as marcas de automóveis multiplicam-se em versões que pretendem seduzir os mais intransigentes.

Bastante impactante visualmente é o novo BMW i8 Roadster. Com linhas futuristas, que seguem a rota disruptiva do modelo que lhe serve de base, o i8 está mais emocional que nunca. A solução cabrio é alcançada por via de uma capota em lona, pensada para mitigar o peso (acrescenta apenas 60 kg) e manter as performances ao mais alto nível. No que diz respeito à mecânica, o i8 Roadster é equipado pelo conjunto híbrido com motor a gasolina de 1,5 litros e 231 cv e motor eléctrico de 143 cv. Capaz de atingir os 100 km/h em apenas 4,6 segundos, pode alcançar os 250 km/h, uma velocidade que fica limitada aos 120 km/h se a opção recair sobre o modo eléctrico. E, com uma autonomia de 53 km, é mais do que suficiente para um passeio em comunhão com a natureza.

O irresistível Huracan Performante, que passou, desde Junho, a estar disponível na versão Spyder, é precisamente uma resposta da Lamborghini aos mais apaixonados pelas performances alucinantes.

Verdadeiro sonho visual, o desportivo disponibiliza agora um tejadilho de abertura electro-hidráulica que lhe permite transformar-se num cabriolet em apenas 17 segundos. A conversão pode, inclusivamente, ser realizada em andamento, desde que circule a uma velocidade inferior a 50 km/h, e promete deixar boquiabertos os transeuntes. No entanto, se quiser tirar todo o proveito das capacidades do bólide, aconselhamo-lo a manter o tejadilho. Com um chassis em alumínio e fibra de carbono, tracção integral e uma aerodinâmica exímia, o Huracan Performante Spyder recebe um motor V10 5.2 com 640 cv, que o lança numa velocidade máxima de 325 km/h.

PARTILHAR
Apaixonada por automóveis e em demanda de emoções fortes, no momento de escolher uma vertente do jornalismo, Andreia Amaral não teve dúvidas de que escrever sobre carros seria o que a faria feliz. Ao longo da sua carreira, trabalhou para diversas publicações do sector. Ecléctica em interesses, hoje, divide o seu tempo entre dois amores: os motores e a Economia. Para além de colaborar com diversas revistas, é editora da Turbo Oficina e do Guia Empresarial (suplemento do JN).