A IWC apresenta o novo Pilot Chronograph Tribute to 3705, um relógio que homenageia um clássico de culto dos anos 90: a ref. 3705.

Originalmente conhecido como “Black Flieger”, o modelo ref. 3705 foi vendido entre 1994 e 1998 e destacou-se pela utilização da cerâmica na caixa. Não foi o primeiro a usar este material, mas foi o que lhe deu a aplicação mais extensa, dado que as caixas de relógios em cerâmica eram uma raridade na época.

De facto, o 3705 apresentava uma caixa que combinava cerâmica e aço, sendo que a caixa em si era de óxido de zircónio preto, mas a coroa, os botões e o fundo da caixa eram em aço, pois não podiam ser produzidos em cerâmica na época, algo que mudou com o novo Tribute.

Tratando-se de um tributo, o novo Pilot Chronograph Tribute to 3705 não é, naturalmente, uma cópia fiel do original. É um pouco maior, com 41 mm contra 39 mm do antecessor, integralmente preto e o material utilizado na caixa também é diferente. O 3705 foi produzido numa cerâmica técnica, enquanto o Tribute apresenta-se em Ceratanium, um material desenvolvido pela IWC que combina as propriedades do titânio e da cerâmica: leveza, robustez e resistência a riscos e choques.

Outra grande diferença entre o original e o novo Tribute reside no movimento. O 3705 utilizava o movimento Valjoux / ETA 7750 – um movimento fiável e robusto, e uma das grandes histórias de sucesso da relojoaria do século XX. O Tribute, no entanto, é movido pelo calibre de manufactura IWC 69380. Embora a arquitectura básica do 69380 seja semelhante à do 7750, existem diferenças importantes. Por um lado, o 69380 utiliza o sistema de corda de lingueta dupla próprio da IWC, assim como uma roda de coluna, em vez do sistema de alavanca e came encontrado no 7750. Por outro, o 69380 apresenta 33 jóias, em oposição às 25 do 7750, e a reserva de marcha é ligeiramente mais longa, 46 horas contra 42 do 7750.

O Tribute mantém as mesmas complicações do 3705, incluindo o dia e a data às 3 horas, mas, apesar de os contadores se encontrarem na mesma posição, os pequenos segundos mudaram da posição das 9 horas para a das 6 horas, devido à configuração do movimento agora utilizado.

O novo IWC Pilot Chronograph Tribute to 3705 não é, naturalmente, uma réplica exacta do modelo a que presta homenagem. Sendo diferente em muitos aspectos – tamanho, movimento, material da caixa ou utilização de Super-LumiNova em vez de trítio – este cronógrafo evoca de forma clara e imediata o espírito do original.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.