Em 2020, a Cartier apresenta a nova colecção Maillon de Cartier, composta por relógios que são, antes de mais, jóias e que brincam com os códigos clássicos das pulseiras.

O relógio Maillon de Cartier é antes de tudo uma jóia projectada pelos estúdios de relojoaria da Cartier. Parte da lista das colecções criativas da Maison, o relógio Maillon de Cartier destaca-se pela pulseira, onde os elos surgem alinhados na diagonal, generosos e opulentos, conferindo uma elegância ultra feminina aos modelos da colecção.

No Maillon de Cartier, tudo reside na torção das suas linhas, torção essa que traz uma perspectiva na qual o mostrador do relógio é integrado. A caixa e os elos surgem entrelaçados no mesmo movimento gráfico, através de elos rectangulares, mostrador hexagonal e ganchos na moldura.

A colecção Maillon de Cartier inclui ainda uma série de peças excepcionais nas quais as pedras preciosas exaltam a arquitectura. Os mostradores foram criados usando técnicas de marchetaria seguindo a sequência das pedras colocadas nos elos. Além disso, a escolha das pedras preciosas, nas versões laca azul e tsavorita, proporciona um alívio cinético do relógio.

Um efeito gráfico com um contraste, que a Cartier acentua com uma versão em ouro amarelo e diamantes, com elos angulares em laca preta.