Há muito que a Omega apoia a Emirates Team New Zealand na America’s Cup e o Seamaster Diver 300M ETNZ celebra a relação da marca com a prestigiada equipa de vela.

Um modelo totalmente adaptado ao mar, o novo Omega Seamaster Diver 300M ETNZ possui uma luneta giratória unidireccional em cerâmica preta com uma escala de mergulho polida, cujas indicações foram gravadas a laser, bem como uma válvula de escape de hélio. O ponto no topo da luneta, posicionado às 12 horas, é revestido com Super-LumiNova branca e emite uma luz verde.

Já o mostrador em titânio exibe índices aplicados também revestidos com Super-LumiNova branca que emitem uma luz azul. Ainda na face do relógio, é possível visualizar os contadores do cronógrafo e dos pequenos segundos, com especial destaque para o contador dos 30 minutos que também indica a contagem decrescente de cinco minutos para o início de uma regata.

se_diver_etnz_212.92.44.50.99.001

A ligação da Omega à Emirates Team New Zealand está patente no verso da caixa de 44 mm em titânio escovado, onde surge, gravado em relevo, o logotipo ETNZ. Protegido pelo fundo de caixa encontra-se o calibre Co-Axial 3330, um movimento cronógrafo com espiral de silício Si14.

O toque final é dado por um bracelete em cauchu de dupla face: a parte superior é preta e possui um discreto padrão canelado, enquanto a inferior é vermelha e ostenta um design que lembra as velas do barco da equipa. Este padrão garante que tanto a água como o ar podem circular livremente, permitindo que a pele respire.

A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.