A Omega faz parceria com a Privateer para um futuro seguro e sustentável no espaço. A marca fabricante do primeiro relógio a ir à Lua está, uma vez mais, na vanguarda da exploração espacial, desta vez apoiando uma missão crítica para rastrear satélites e detritos que representem riscos para a actividade humana no espaço.

A Omega está a colaborar com a Privateer para mapear objectos espaciais em órbita com uma precisão e transparência sem precedentes, uma missão fundamental para manter o espaço seguro e acessível para toda a humanidade.

Assim como as missões Apollo, que fizeram do Moonwatch o cronógrafo mais famoso do mundo, a missão da Privateer é liderada por uma equipa de três pessoas: o co-fundador da Apple, Steve Wozniak, o CEO e fundador da Ripcord, Alex Fielding, e o astrodinamicista e ambientalista espacial, Dr. Moriba Jah. Este trio de homens inovadores e solucionadores de problemas sabe que o lixo espacial é uma questão urgente e diz respeito a todos os indivíduos e nações. Aproximadamente 40.000 pedaços de “lixo” espacial feito pelo Homem estão a ser rastreados enquanto orbitam a Terra, mas isso inclui apenas objectos maiores do que 10 cm. Centenas de milhares de outros perigos em órbita permanecem não identificados, não rastreados e imprevisíveis.

À medida que o espaço se torna exponencialmente mais acessível, o problema do lixo espacial em rápida expansão representa uma ameaça para os satélites de que a sociedade depende para serviços críticos, como comunicação, posicionamento e monitorização climática. Dados oportunos e precisos são essenciais para o futuro – não apenas no espaço, mas também na Terra.

Foto: Cortesia da NASA

Este nível de recolha e modelagem de dados é um projecto monumental, e a Omega orgulha-se de desempenhar um papel, em parceria com a Privateer, neste empreendimento ousado. Ambas partilham a ideia de que o relógio da sustentabilidade espacial não pára e de que é hora de agir.

A nova parceria é mais uma prova da vontade da marca suíça de procurar aventura, de aprender, evoluir, correr riscos – e usar a sua influência global para o bem maior. Reunindo a história de exploração espacial da Omega e a vantagem de inovação da Privateer, a parceria também cumpre o compromisso das empresas de promover o conhecimento e a esperança. À medida que o mundo enfrenta um futuro ambiental incerto em terra, mar, ar e espaço, estes dois parceiros visam promover um senso de responsabilidade ambiental.

Foto: Cortesia da NASA

Assim como a famosa foto do nascer da Terra, tirada da Apollo 8, inspirou o início do movimento verde, este mapa digital da pegada espacial da humanidade poderá desempenhar um papel igualmente importante na consciencialização sobre a fragilidade do nosso planeta.

A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.