Omega Seamaster Diver 300M 60 Anos de James Bond

Duas edições especiais com uma animação inusitada celebram o aniversário

4405

Para celebrar o 60.º aniversário da franquia de filmes 007, a Omega apresenta dois modelos Seamaster Diver 300M 60 Anos de James Bond, que se traduzem em duas versões distintas do relógio Omega original escolhido para o agente 007.

A 5 de Outubro de 1962, o mundo descobriu um personagem que se transformaria numa lenda do cinema. Adaptado do romance homónimo de 1958 de Ian Fleming, Dr. No deu início a uma emblemática série de 25 filmes protagonizados por um agente secreto britânico do MI6, com o nome de código 007: Bond, James Bond. 60 anos depois, o impacto dos filmes é inegável. James Bond não é só um personagem, é um estilo de vida, reunindo elementos que se tornaram tão icónicos como o homem. Carros, claro, como o Aston Martin DB5, mas também relógios. E se várias marcas estiveram envolvidas nos filmes iniciais, a verdade é que desde 1995, ano de GoldenEye, a Omega transformou-se no arquétipo do Bond Watch.

Desde a estreia em GoldenEye, que o agente secreto ao serviço de Sua Magestade usou exclusivamente um modelo da linha Seamaster Diver 300M em todos os filmes subsequentes até Casino Royale (2006), no qual também usou um modelo da colecção Planet Ocean. Durante a era Daniel Craig, uma grande variedade de relógios diferentes da linha Seamaster surgiu no pulso de 007. No entanto, o relógio Omega James Bond original sempre será o clássico Seamaster Diver 300M com mostrador azul com padrão “onda”, que não largou o pulso de Pierce Brosnan em todos os filmes por ele protagonizados desde ao anos 1990 ao inicio dos anos 2000.

Agora, para assinalar o 60.º aniversário da franquia de filmes 007, a Omega apresenta dois relógios Seamaster Diver 300M 60 Anos de James Bond. O primeiro é uma versão em aço que pode ser melhor descrita como uma simbiose entre o Omega Seamaster Diver 300M original de GoldenEye e a última edição de No Time To Die. Com 42 mm, um mostrador com padrão “onda” em alumínio azul e uma luneta também em alumínio azul, a aparência geral do relógio é inegavelmente reminiscente do modelo original escolhido para 007 durante a década de 1990. Em relação às semelhanças com a versão de titânio apresentada em No Time To Die, o novo modelo em aço apresenta um layout sem data com uma válvula de escape de hélio cónica e uma pulseira em malha.

Como homenagem ao 60º aniversário, a inserção da luneta recebe um “60” no lugar do habitual triângulo. As marcações gravadas são preenchidas com Super-LumiNova branca, com o marcador 60 brilhando em verde para combinar com o ponteiro dos minutos, enquanto os restantes ponteiros e marcadores das horas brilham em azul para maior contraste no escuro. Por outro lado, os marcadores das horas são aplicados, ao contrário dos índices luminosos impressos dos relógios Seamaster Diver 300M com mostrador azul padrão “onda” originais.

Mas é no verso do novo Omega Seamaster Diver 300M 60 Anos de James Bond que a acção acontece. O fundo da caixa em vidro de safira apresenta uma animação reproduzida continuamente, que retrata a famosa sequência de abertura dos filmes de 007, com a silhueta de James Bond e um design de cano de arma giratório. Obtida com uma técnica de efeito “moiré” com patente pendente, a animação mecânica está vinculada ao ponteiro central dos segundos. Assim, é algo que não precisa ser activado, sendo reproduzido continuamente enquanto o relógio estiver a funcionar.

Apesar desta animação única, o movimento é o mesmo Co-Axial Master Chronometer Calibre 8806 que pode ser encontrado no modelo em titânio No Time To Die, o que significa que o desempenho do movimento se mantém. Ou seja, possui uma frequência de 25.200 alternâncias por hora (3,5 Hz) e uma reserva de marcha de aproximadamente 55 horas, com a habitual resistência à água de 300 metros.

Além do modelo em aço, a Omega apresenta ainda um segundo Seamaster Diver 300M 60 anos de James Bond, inspirado, não nos filmes, mas na casa jamaicana do criador de James Bond, Ian Fleming. Embora a caixa de 42 mm e a pulseira de malha ofereçam o mesmo design da versão em aço, neste modelo são produzidos em ouro Canopus, uma liga desenvolvida pela Omega que oferece um brilho branco brilhante resistente à descoloração.

Além do material, esta versão do relógio comemorativo do 60.º aniversário dos filmes do agente secreto distingue-se ainda pelo mostrador em silício cinzento natural (uma alusão às areias que cercam a casa de Ian Fleming na Jamaica) e pela luneta engastada com diamantes naturais tratados em verde e amarelo em dez tonalidades diferentes que formam um padrão gradiente, numa homenagem às cores da bandeira jamaicana. Como uma referência adicional ao 60º aniversário (conhecido como “aniversário de diamante”), o topo da luneta é engastado com dois diamantes transparentes adicionais que criam uma forma de triângulo e lembram o marcador zero normalmente encontrado nas lunetas de relógios de mergulho.

Tal como o modelo em aço, a edição em ouro Canopus do Omega Seamaster Diver 300M 60 Anos de James Bond também apresenta a mesma animação de efeito “moiré” contínuo no fundo da caixa. No entanto, enquanto a versão em aço recebe o Calibre 8806, o movimento que alimenta o modelo em ouro Canopus é o Calibre 8807. O design geral e as especificações de desempenho são idênticos nos dois movimentos, a diferença reside na ponte de balanço e massa oscilante produzidos em ouro Sedna.

Ambos os modelos são acompanhados por caixas de apresentação especiais. Assim, a versão em aço surge numa caixa azul com padrão “onda”, com três pontos inspirados na clássica sequência do título de abertura de Bond, enquanto a edição em ouro Canopus se apresenta numa caixa em mangueira, numa referência à famosa música do primeiro filme de James Bond, adornada com marchetaria de madrepérola e o logotipo 60 Years of Bond.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.