A Piaget inspira-se em modelos icónicos das décadas de 60 e 70 para dar vida às novas peças do tempo Piaget Limelight Gala.

O novo Limelight Gala inspira-se num modelo icónico criado em 1973, quando a famosa Piaget Society estava no auge e celebridades, artistas, clientes e amigos da Maison se juntavam em festas com estrelas como Salvador Dali, Jackie Kennedy, Elizabeth Taylor, Andy Warhol, Cary Grant e Sami Davis Jr.

O Piaget Limelight Gala original foi inspirado no espírito elegante da década de 1960, com as suas curvas sensuais, caixa curvada e asas assimétricas que se estendem de cada lado da caixa até à pulseira. A interpretação moderna do Limelight Gala reproduz o mesmo design, com uma caixa perfeitamente integrada e asas que são combinadas com um redemoinho de pedras preciosas requintadas, mostradores ornamentados e sumptuosas pulseiras de ouro.

Este ano, a Piaget apresenta uma série de novos relógios Limelight Gala, que celebram essas criações icónicas que remontam a mais de meio século. Cada novo modelo segue os quatro pilares de excelência da Piaget: a Arte do Movimento, a Arte do Ouro, a Arte da Cor e a Arte da Luz.

A Arte do Ouro

O novo Piaget Limelight Gala Precious Sapphire Gradient (Ref. G0A45163) comemora o design exclusivo da colecção Limelight Gala com uma pulseira e mostrador em ouro gravado, destacados por 20 diamantes grandes (aprox. 1,46 cts) e 22 azuis safiras (aprox. 4,01 cts) engastadas num subtil gradiente de azul.

A Piaget é uma das poucas Maisons que ainda possui o savoir-faire para produzir à mão pulseiras de ouro. O trabalho destes artesãos começa com centenas de elos de ouro, que serão firmemente juntados. O próximo passo é a soldagem dos inúmeros elos em miniatura que resultarão numa pulseira de flexibilidade notável.

A pulseira de ouro branco apresentada neste novo relógio foi criada dessa forma e depois gravada à mão no estilo Palace Décor, um dos motivos mais emblemáticos da Piaget, que requer oito horas de trabalho. O mostrador também é produzido em ouro branco e é gravado usando a mesma técnica Palace Décor. Demora duas horas para concluir a gravação no mostrador e é sempre realizada pelo mesmo gravador que decora a pulseira, para garantir um design uniforme. Finalmente, o mostrador é coberto com esmalte azul translúcido Grand Feu.

 

Encontrar as gemas de cores perfeitas para este relógio foi uma das operações mais desafiantes, envolvendo a amostragem de grandes quantidades de pedras preciosas para garantir a combinação perfeita de cores. Para ampliar o brilho das pedras, os engastadores colocaram-nas manualmente, usando a técnica de Serti Descendu.

Este relógio está disponível numa edição numerada. Existe também uma versão semelhante (Ref. G0A45363) com um mostrador em madrepérola e uma pulseira de crocodilo azul escuro, limitada a 88 peças.

A Arte da Luz

Há mais de 140 anos que os artesãos da Piaget criam obras de alta joalharia, combinando metais preciosos com pedras impecáveis e design inovador. Este ano, um novo Limelight Gala junta-se à colecção. Trata-se de uma nova versão em ouro rosa (Ref. G0A45161), que também utiliza a técnica Serti Descendu para engastar os 57 diamantes (aprox. 4,80 cts), e está disponível com uma pulseira cor de vinho e um mostrador em madrepérola.

2020 fica também marcado pela chegada de três novos relógios Piaget Limelight Gala Haute-Joaillerie, com mostradores ovais com pavé de diamantes neve e pedras preciosas com lapidação marquise no aro, asas e bracelete.

Os três novos relógios Haute-Joaillerie possuem caixa de 28 por 23mm. Um dos modelos é adornado por uma pulseira full pavé, com 364 diamantes de lapidação brilhante e marquise (aprox. 12,42 cts, Ref. G0A45170), o segundo brilha com diamantes e safiras azuis (Ref. G0A45171), e o terceiro é engastado com 237 diamantes e equipado com uma pulseira de cetim azul (Ref. G0A45168).

A Arte da Cor

Três novos modelos em aventurina juntam-se, este ano, à colecção Limelight Gala. Nestas peças, o mostrador é produzido em vidro aventurina, um material cujo processo de criação consiste em adicionar óxido de cobre ao vidro para conferir um brilho hipnotizante que lembra o céu estrelado nocturno.

O modelo Limelight Gala Aventurine Glass está disponível em duas versões: uma com caixa de 32 mm (Ref. G0A45162), adornada com 63 diamantes (aprox. 1,76 ct), e outra menor, com caixa de 26 mm (Ref. G0A45152) e 57 diamantes (aprox. 0,87 ct), ambas limitadas a 300 peças cada.

Já o Limelight Gala Precious Aventurine Glass (Ref. G0A45180), é engastado com 57 diamantes (aprox. 4,80 cts), utilizando a técnica Serti Descendu, e limitado a 200 peças.

Piaget Limelight Gala High Jewellery Black Opal

Esta criação joalheira (Ref. G0A45007) apresenta um mostrador equipado com uma rara e preciosa opala preta. As opalas pretas são fascinantes, pois reflectem uma infinidade de cores brilhantes quando captam a luz, como amarelo, verde, azul, laranja e vermelho. As cores dependem da estrutura da pedra e também do ângulo e brilho da luz, mudando frequentemente diante dos nossos olhos.

O Piaget Limelight Gala High Jewellery Black Opal destaca a opala preta no mostrador através da adição de 86 safiras azuis de corte brilhante (aprox. 5,51 cts) e de uma variedade de pedras preciosas coloridas de corte marquise: 58 safiras (aprox. 6,23 cts), primeiro amarelo seguido de laranja, e 14 rubis rosa (aproximadamente 1,41 cts) num gradiente progressivo de cores.

Turbilhão
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here