Desde tempos imemoráveis que a natureza serve de inspiração na criação artística e a joalharia não é excepção. Na Piaget, aquela que é considerada, por muitos, a mais bela das flores – a Rosa –, é o mote de toda uma colecção de jóias, esta semana celebrada na Boutique dos Relógios Plus.

Quem esta semana passar pela Boutique dos Relógios Plus da Avenida da Liberdade não ficará indiferente ao verdadeiro jardim que ali se encontra. Por entre o perfume e explosão de cor de muitas rosas, a Boutique dos Relógios Plus convida a entrar no universo da colecção de jóias Rose da Piaget e a descobrir um pouco mais acerca desta linha joalheira e da flor que a inspirou.

Neste artigo contamos-lhe a história desta colecção, bem como algumas curiosidades sobre a rosa.

Piaget Rose

Captar o perfume da natureza e da feminilidade através de um símbolo eterno, é a proposta de Piaget Rose. A colecção de joalharia data de 2012, mas a sua origem faz-nos recuar a 1982, quando o produtor de rosas Alain Meilland criou a “Rosa Yves Piaget”. Desta homenagem singular ao presidente da Piaget, nascia uma lenda. A beleza da natureza e o espírito intemporal da marca de relojoaria e joalharia estavam, a partir de então, indelevelmente associados.

Hoje, quase 40 anos depois, a emoção que assinalou o momento permanece intacta e é assinalada na colecção. As propostas de Piaget Rose evocam aquela que é considerada por muitos a mais bela das flores. Formas voluptuosas e volumes generosos recriam a exuberância natural, celebrando a sedução, em peças únicas, produzidas em ouro e diamantes. A tradução valiosa e brilhante do eterno feminino, para mulheres que apreciam o perfume da vida.

A Rosa

A rosa é uma das flores mais populares no mundo e existe desde tempo imemoráveis. Na sua forma selvagem, foram encontrados fósseis desta flor que datam de há 35 milhões de anos. Já o cultivo da rosa pelo Homem acontece desde a Antiguidade, tendo a primeira crescido nos jardins asiáticos há 5 000 anos.

Celebrada ao longo dos séculos, “actualmente existem cerca de 1000 espécies diferentes” de rosa, explica Luís Patarrana, CEO da Liz Garden. Estas flores foram sofrendo modificações através de cruzamentos realizados para que adquirissem as suas características mais conhecidas: muitas pétalas, aroma suave e cores das mais variadas. Embora existam, hoje, rosas das mais diversas cores, segundo Luís Patarrana, “no geral, entre as várias espécies, a cor mais popular é o vermelho”.

Já no que diz respeito à Rosa Yves Piaget, é a cor rosa que marca presença. Esta flor “é a chamada rosa de jardim” e diferencia-se das outras ao apresentar “uma cabeça grande e pétalas dobradas e possuir um forte aroma”, explica o CEO da Liz Garden, acrescentando que “há quem lhe chame rosa inglesa, isto porque David Austin é a referência a nível mundial de produtor deste tipo de rosas”.

Cuidados a ter com as rosas

Saiba que cuidados deverá ter com as suas rosas, com os conselhos de Luís Patarrana, CEO da Liz Garden

Plantar uma roseira

As roseiras necessitam de sol e muita luz, solos com boa drenagem.

Devemos fazer adubações no período da floração, em que a planta está mais carente e necessita de mais nutrientes.

Regas generosas.

Aumentar o tempo de vida e beleza de um ramo de rosas

Ao colocarmos as rosas numa jarra devemos cortar os pés das flores na diagonal, colocar pouca água na jarra, mudá-la de 2 em 2 dias e cortar sempre o cale na zona que estava submersa.

Secar uma rosa

Colocar num local seco, penduradas de cabeça para baixo, de preferência com pouca luz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.