Definição

O turbilhão é um mecanismo que compensa os erros causados pelo efeito da gravidade na marcha de um relógio. Consiste numa gaiola móvel, na qual é montado o escape (composto pela roda de escape, âncora e duplo disco) e o balanço (peça móvel, oscilante sobre seu eixo de rotação, que tem acoplada a espiral) do relógio que, assim, rodam em conjunto, completando (geralmente) uma revolução num minuto.

Para que serve

Dependendo da posição em que o relógio se encontrar no plano vertical (coroa à esquerda; à direita; para baixo; para cima), ocorrerão diferentes variações na frequência do balanço, em virtude da alteração do seu centro de gravidade. O turbilhão, portanto, serve para equilibrar os erros ocorridos em virtude da posição do relógio, aumentando a sua precisão.

Princípio de funcionamento

Imagine um relógio com as seguintes variações diárias: coroa para cima: + 1 segundo; coroa para baixo: – 1 segundo; coroa à esquerda: 0 segundos; coroa à direita: 0 segundos. Este relógio, colocado na posição “coroa para baixo” durante 5 dias, atrasaria 5 segundos; mais 7 dias na posição “coroa para cima”, adiantaria 7 segundos. Assim, ao final dos 12 dias, o relógio estaria 2 segundos adiantado.

Se este relógio tivesse um turbilhão, dado que este mecanismo anula as diferenças de marcha provocadas pela alteração do centro de gravidade do balanço, não existiria variação, uma vez que todos os erros se estariam compensando mutuamente durante o dia (1 segundo – 1 segundo = 0 segundos).

Construção

O escape no turbilhão é montado sobre um suporte (A) que contém um pinhão (H) impulsionado pela terceira roda (E). A quarta roda (F), fixa, é concêntrica ao eixo do suporte. O pinhão da roda de escape (G) engrena-se com a quarta roda fixa (a maioria dos modelos equipados com turbilhão não possui ponteiro de segundos: a quarta roda fixa “é” o próprio turbilhão).

Complexidade

O esquema do turbilhão existente no modelo IWC Destriero Scafusia demonstra a complexidade do mecanismo. Ele é composto por aproximadamente 100 peças e pesa apenas 0,296 gramas. O número 1 indica a parte superior do suporte; o 2, o balanço; o 3 a ponte do escape em titânio; o 4 a secção média do suporte, em titânio; o 5, a âncora; o 6 a roda de escape; o 7, o sistema anti-choque; o 8 a parte inferior do suporte, com o pinhão; o 9 a quarta roda fixa.

O turbilhão é um mecanismo que compensa os erros causados pelo efeito da gravidade na marcha de um relógio. Consiste numa gaiola móvel, na qual é montado o escape (composto pela roda de escape, âncora e duplo disco) e o balanço (peça móvel, oscilante sobre seu eixo de rotação, que tem acoplada a espiral) do relógio que, assim, rodam em conjunto, completando (geralmente) uma revolução num minuto.

PARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.