De um lado, a marca relojoeira que exibe as horas através de uma combinação entre mecânica e líquidos; do outro, uma das mais reconhecidas equipas de vela do mundo. A HYT e a Alinghi aliam-se pelo segundo ano consecutivo, numa parceria que tem na água e mecânica de excepção o denominador comum.

Ao falarmos de vela, invariavelmente surge o nome da competição America’s Cup, que por sua vez nos remete sempre para o nome da equipa helvética Alinghi. Um nome que não é, aliás, novidade no que diz respeito a parcerias de sucesso com marcas relojoeiras, como foram os casos da Audemars Piguet e da Hublot. Enormes mudanças surgiram no seio da competição America’s Cup, ganha duas vezes pela embarcação Alinghi, motivo pelo qual esta equipa suíça desistiu de participar no mais antigo troféu desportivo a nível mundial. Com este abandono, Alinghi abraçou um novo desafio, o Extreme Sailing Series, tendo-o já vencido em 2008 e 2014.

Foi durante o ano passado que a parceria entre Alinghi e a marca relojoeira HYT foi anunciada. Conhecida pelos seus relógios hidromecânicos, em que as horas são representadas pela combinação de líquidos, nada melhor do que uma parceria marítima para a HYT, sendo assim a água o denominador comum nesta união.

Fruto desta parceria vimos nascer duas peças especiais da manufactura helvética, o H4 Alinghi e o H2 Alinghi. O H4 inspira-se na arquitectura do primogénito da marca, o H1, em que as horas nos são mostradas através do deslocamento de dois líquidos, um colorido e um transparente, dentro de um micro tubo (capilar), controlados por um movimento mecânico desenvolvido pela experiente equipa de relojoeiros da Chronode. Já o H2 exibe as horas, minutos e segundos ao estilo Regulador. O calibre deste relógio surge com algumas inovações técnicas, como um indicador de posição da coroa, indicação de temperatura dos fluidos, e uma incrível reserva de marcha de 8 dias.

O ano passado, Lisboa foi palco do Extreme Sailing Series, onde a marca HYT esteve presente, proporcionando experiências inesquecíveis a alguns dos participantes, ganhando assim, um maior número de apreciadores da sua alquimia que transforma a combinação de fluidos em instrumentos de contagem do tempo.

PARTILHAR
Gonçalo Ferreira, licenciado em Professor de Ensino Básico do Primeiro Ciclo, casado e com dois filhos tem como paixões, além da família, os relógios e as motas. Colaborador da Boutique dos Relógios desde 2003, Gonçalo assume, além das funções normais na loja, a função de formador de novos elementos das equipas. Com um profundo conhecimento em relojoaria, graças a diversas acções de formação dadas pelas marcas em Portugal e na Suíça, Gonçalo Ferreira é colaborador da Turbilhão desde o número 1.