Depois do Classique 7147 do ano passado, com mostrador guilhoché, a Breguet apresenta, em 2017, uma nova versão deste modelo, agora com mostrador em esmalte grand feu, uma técnica ancestral de esmalte que requer grande mestria. Para esta nova edição do Classique 7147, todos os detalhes supérfluos foram eliminados do mostrador. Aí repousam apenas os numerais Breguet e, às 5h, o sub-mostrador dos segundos contínuos, ligeiramente rebaixado.

A beleza da face deste relógio encontra eco no verso da caixa, onde o movimento automático decorado com Côtes de Genève e Clous de Paris é exibido através de um vidro de safira. Com uma frequência de 21.600 alternâncias/hora e 45 horas de reserva de marcha, o calibre 502.3SD está equipado com um escape de alavanca em linha invertido, com ganchos em silício, e espiral do balanço também em silício.

Disponível numa caixa de 40 mm em ouro branco ou rosa, o Breguet Classique 7147 é acompanhado por uma correia em pele de crocodilo com fecho de fivela em ouro.


CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

icon-Movimento
MOVIMENTO
Automático, calibre 502.3SD, decorado com Côtes de Genève e Clous de Paris, escape de alavanca em linha invertido, ganchos e espiral do balanço em silício, 21.600 alt/h, 45 horas de reserva de marcha.
icon-Movimento
CAIXA
Ouro branco ou rosa, 40 mm, fundo em vidro de safira.
icon-Movimento
MOSTRADOR
Esmalte grand feu, numerais Breguet, sub-mostrador do segundos ligeiramente rebaixado, indicações de horas, minutos e pequenos segundos contínuos.
icon-Movimento
BRACELETE
Pele de crocodilo com fecho de fivela em ouro.

PARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here