Em 2013 a Omega surpreende ao apresentar um relógio resistente a campos magnéticos superiores a 1,5 tesla (15.000 gauss), uma resistência muito superior à alcançada por qualquer outro.

Ao contrário de outros esforços para combater os efeitos do magnetismo, o movimento da Omega não depende de uma caixa protectora dentro da caixa do relógio, mas da utilização de materiais não-férreos seleccionados no próprio movimento.

A caixa em aço do Omega Seamaster Aqua Terra 15.000 Gauss protege o novo calibre co-axial 8508.

BASELWORLD2013_Seamaster-AT-Anti-magnetic_on-calf-leather_732x458


CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Omega Seamaster Aqua Terra 15.000 Gauss


icon-Movimento
MOVIMENTO
Automático, calibre co-axial Omega 8508, resistente a campos magnéticos superiores a 1,5 tesla (15.000 gauss), espiral de balanço em silício Si14.

icon-Movimento
CAIXA
Aço, 41,5 mm, fundo em vidro de safira, estanque até 150 metros.

icon-Movimento
MOSTRADOR
Preto lacado, acetinado a partir do centro e decorado com as linhas verticais que caracterizam a colecção Aqua Terra, legenda amarela “> 15’000 GAUSS”, indicações de horas, minutos, segundos e data.

icon-Movimento
BRACELETE
Aço ou pele castanha com fecho em aço.


COMPARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.