Em 2018, as novidades Montblanc concentram-se em três colecções – 1858, TimeWalker e Star Legacy -, com especial destaque para a linha 1858, cujos modelos assinalam o 160.º aniversário da manufactura Minerva.

Este ano, a colecção 1858, da Montblanc, recebe cinco novos modelos: 1858 Automático; 1858 Cronógrafo Automático; 1858 Geosphere, 1858 Cronógrafo Monopulsante Edição Limitada 100; e 1858 Relógio de Bolso Edição Limitada 100.

O 1858 Automático traduz-se num relógio de 40 mm em aço com luneta em bronze e mostrador preto ou champanhe. Já o Cronógrafo Automático está disponível com uma caixa de 42 mm em aço ou bronze e mostrador preto ou champanhe. Ambos os modelos são estanques até 100 metros e são acompanhados por uma correia NATO preta ou em pele envelhecida.

O 1858 Geosphere é inspirado no desafio de montanhismo Seven Summits (Sete Cumes) e apresenta uma complicação de Hora Mundial com dois globos rotativos (cada um representando um dos hemisférios) que fazem uma rotação completa a cada 24 horas. Ambos os globos são rodeados por uma escala de 24 fusos horários e indicação dia/noite. Existe ainda um indicador de duplo fuso horário às 9h. Para assinalar a ligação ao Seven Summits, todos os cumes mais altos estão assinalados com pontos vermelhos. O 1858 Geosphere está disponível em aço ou numa edição limitada de 1858 exemplares em bronze.

Já o modelo 1858 Cronógrafo Monopulsante Edição Limitada 100 inspira-se num cronógrafo monobotão histórico da Minerva, calibre 13.20, originalmente desenvolvido em 1920. Limitado a 100 peças, o novo relógio exibe um mostrador verde fumado. Através do fundo da caixa, pode ver-se o calibre MB M13.21, reconhecível pela icónica ponte do cronógrafo em forma de V, uma patente Minerva/Montblanc desde 1912.

As novidades da linha 1858 ficam completas com o Relógio de Bolso. Este modelo pode ter três utilizações distintas: relógio de secretária, relógio de pulso ou relógio de bolso. Disponível numa caixa de 60 mm em titânio, esta peça do tempo apresenta um mostrador azulado realizado em pedra Dumortierita.

Star Legacy

A colecção Star Legacy foi actualizada com seis novos relógios: Exo-Turbilhão Suspenso Edição Limitada 58; Cronógrafo Nicolas Rieussec; Cronógrafo Automático; Calendário Completo; Fases da Lua; Automático Data. Em comum, todos os modelos exibem numerais árabes, ponteiros azuis em forma de folha, escala dos minutos ao estilo caminhos-de-ferro, padrão guilhoché “exploding star” da Montblanc e guilhoché filet sauté.

O Star Legacy Fases da Lua surge numa caixa de 42 mm em aço ou ouro e exibe, tal como o nome indica, as fases da Lua. Já o Star Legacy Automático Data está disponível em dois tamanhos – 39 mm ou 42 mm – e numa variedade de materiais: aço, aço/ouro ou ouro.

Star Legacy Calendário Completo

O modelo Calendário Completo oferece as indicações das horas, minutos, segundos, dia, data, mês e fases da Lua de uma forma muito simples e legível. A data é indicada por um ponteiro com ponta vermelha no perímetro do mostrador. O dia da semana e o mês surgem numa janela por baixo das 12h. Já as fases da Lua encontram-se na metade inferior do mostrador.

Também a colecção Star Legacy celebra o aniversário da manufactura Minerva com dois novos modelos: Cronógrafo Automático e Cronógrafo Nicolas Rieussec. O primeiro trata-se de um cronógrafo tradicional e apresenta-se numa caixa de 42 mm em aço que protege o calibre MB 25.02.

Já o Montblanc Star Legacy Cronógrafo Nicolas Rieussec surge numa nova versão com uma cúpula sobre o círculo descentrado das horas e sobre os discos rotativos do cronógrafo. Os numerais árabes pretos são mais finos e rodeados por uma escala dos minutos ao estilo caminhos-de-ferro, enquanto o mostrador branco guilhoché apresenta, na secção exterior, um anel com a inscrição Nicolas Rieussec.

Star Legacy Nicolas Rieussec

Esta peça do tempo surge numa caixa de 44,8 mm e é movida pelo calibre automático MB R200, equipado com um cronógrafo mono-botão de roda de colunas, duplo fuso horário e 72 horas de reserva de marcha, graças ao duplo tambor de corda.

E o grande destaque na colecção Star Legacy da Montblanc vai para o Exo-Turbilhão Suspenso, com mais de três anos de desenvolvimento e totalmente fabricado in-house. O nome “Exo” refere-se à grande roda de balanço localizada fora da gaiola rotativa do turbilhão. O objectivo deste design foi o de criar um turbilhão de um minuto mais visível, dando destaque à complicação. Ao possuir esta roda de balanço maior do que o normal no mostrador, a Montblanc eliminou a necessidade de aumentar o tamanho do movimento.

Star Legacy Exo-Turbilhão Suspenso

A natureza tridimensional do Exo-Turbilhão traz outras vantagens: gasta menos energia do que um turbilhão normal, torna a gaiola do turbilhão mais leve e faz com que o relógio seja mais preciso, dado que a localização da roda de balanço, fora da gaiola do turbilhão, faz com que esta não seja afectada pela inércia.

Limitado a 28 peças, o novo Exo-Turbilhão está disponível com uma caixa de 44,8 mm em ouro vermelho e mostrador guilhoché.

TimeWalker

Finalmente, em 2018, a linha TimeWalker recebe dois novos cronógrafos. O TimeWalker Cronógrafo, que agora exibe um mostrador “Panda” vintage, emoldurado por uma caixa de 43 mm em aço. Lá dentro, bate o calibre de manufactura MB 25.10, com massa oscilante monobloco em tungsténio revestido a ródio preto e na forma de um volante, roda de colunas e mecanismo de paragem de segundos. O toque final é dado por um bracelete em aço ou por uma correia em pele envelhecida castanha com perfurações.

Limitado a 100 peças, o Timewalker Cronógrafo Rally Timer inspira-se num modelo dos anos sessenta produzido pela Minerva, mas oferece a opção de se transformar num relógio de bolso ou de painel de instrumentos do automóvel. O relógio é movido por um dos icónicos calibres cronógrafo mono-botão manuais da manufactura: MB M16.29. Com uma caixa de 50 mm em titânio e revestimento DLC preto, o novo modelo é acompanhado por uma correia em pele envelhecida.

PARTILHAR
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.