Swatch Flymagic

Novo modelo automático, antimagnético e com movimento invertido

80

A Swatch acaba de apresentar a nova colecção Flymagic. Uma edição limitada de modelos automáticos equipados com a nova espiral anti-magnética Nivachron, cujo movimento – invertido – é visível no mostrador.

Da mesma forma que revolucionou o mercado da relojoaria nos anos 80, contribuindo para o “salvamento” da relojoaria mecânica, a Swatch volta a “agitar” o mercado, desta feita assumindo um papel preponderante na luta contra os efeitos adversos do magnetismo no mecanismo e precisão do relógio. A marca foi a escolhida pelo Grupo Swatch para estrear a nova espiral anti-magnética Nivachron, uma liga de compensação para-magnética, feita de uma base de titânio, desenvolvida pelo grupo em colaboração com a Audemars Piguet.

A nova liga Nivachron significa um verdadeiro avanço na eterna luta relojoeira contra o magnetismo: optimizando a resistência do relógio a campos magnéticos, aumenta a regularidade do oscilador e, consequentemente, a precisão. De facto, os componentes internos de um relógio podem ser magnetizados, em particular a espiral, cujas extremidades colam quando magnetizadas. E, hoje em dia, os campos magnéticos estão em toda a parte: fechos com íman, computadores, telemóveis, electrodomésticos…

Para o Grupo Swatch, a introdução de espirais Nivachron permitirá uma redução considerável na influência do efeito residual de um campo magnético no funcionamento de um relógio, uma redução de 10 a 20, dependendo do calibre. O lançamento da espiral Nivachron com a Swatch é, assim, o primeiro passo para o grupo. No futuro, todos os relógios mecânicos produzidos pelas marcas do Grupo Swatch serão equipados com propriedades anti-magnéticas, com espirais em silício ou Nivachron (ambas as invenções patenteadas).

Flymagic

A nova colecção Flymagic, da Swatch, foi a seleccionada para integrar a nova espiral anti-magnética Nivachron. No coração dos novos modelos está uma evolução do Sistem51, um movimento totalmente produzido por máquinas, feito a partir de apenas 51 peças unidas por um único parafuso. Ao contrário do calibre Sistem51 regular, esta versão que equipa o Flymagic possui 15 componentes adicionais.

Os novos relógios possuem um movimento automático invertido, visível através do mostrador, com pequenos segundos que rodam no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio e, claro, apresentam a nova espiral anti-magnética Nivachron. Com 90 horas de reserva de marcha, os Swatch Flymagic exibem um rotor bidireccional transparente, apenas com metade da parte exterior colorida.

Disponível com uma caixa de 45 mm, em aço ou aço com tratamento PVD, o novo Flymagic apresenta-se em três versões (cores) de edição limitada a 500 peças cada. Em Portugal, estão disponíveis sete modelos de cada versão, em exclusivo na Boutique dos Relógios Plus Art, na Avenida da Liberdade.

PARTILHAR
Directora/Editor in Chief | Revista Turbilhão