Segunda geração do turbilhão RM 59-01, criado para o medalhista olímpico Yohan Blake.

O novo RM 61-01 combina o calibre RMUL2 com um movimento altamente esqueletizado em titânio de grau 5, tratado com PVD e Titalyt para providenciar uma performance máxima.

Tal como o seu antecessor, a nova peça do tempo foi concebida para ser utilizada por Blake em pista. Assim, tanto a luneta como o fundo da caixa foram produzidos em TZP-N, um material de cerâmica preta ultra forte, muito leve e que não conduz o calor.

Acentuando o carácter forte do RM 61-01 estão as grandes protecções da coroa, que oferecem segurança total a este elemento durante a prática desportiva e de outras actividades. A sua forma alongada entre as 2h e as 5h previne a coroa de esfregar no pulso do velocista.

O mostrador aberto e o fundo em vidro de safira revelam o calibre esqueletizado, que apresenta uma reserva de marcha de 55 horas e uma grande resistência ao impacto.

As pontes verdes voadoras, tecidas na frente do movimento, são anodizadas e pintadas à mão, trazendo à mente as cores da Jamaica, país de origem de Yohan Blake.

Características técnicas

Richard Mille RM 61-01

icon-Movimento

MOVIMENTO

Manual, esqueletizado, 28.800 alt/h, 55 horas de reserve de marcha.

icon-Caixa

CAIXA

Cerâmica e carbono, 50,23 x 42,7 mm, fundo em vidro de safira, estanque até 50 metros.

icon-Mostrador

MOSTRADOR

Preto, indicação de horas, minutos e segundos.

icon-Bracelete

BRACELETE

Borracha preta.

Turbilhão
A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.