Depois do sucesso do Legado 2008, lançado o ano passado por ocasião do 70º aniversário da Sogrape Vinhos, o Legado 2009 chega agora às melhores garrafeiras e restaurantes do país.

Nascido como concretização de um anseio do Presidente da Sogrape, Fernando Guedes, há muito enamorado pela beleza rara das íngremes vinhas velhas da Quinta do Caedo, este vinho Legado representa “o testemunho do conhecimento e do saber” que Fernando Guedes recebeu do pai, fundador da empresa em 1942, e que agora pretende “deixar às gerações futuras da família”.

Assim, Legado é o resultado do desejo de homenagear, em simultâneo, as raízes da Sogrape Vinhos, nascidas à sombra das centenárias vinhas do Douro, e de transmitir às gerações futuras, de forma simbólica, a cultura e os valores que permitiram à empresa conquistar um estatuto de liderança e uma visão global do mercado.

À vontade de Fernando Guedes de ver vinificadas, em separado, as uvas de um talhão de sete hectares de vinhas velhas da Quinta do Caedo, correspondeu o enólogo Luís Sottomayor, para criar, na linha especial da Adega da Quinta da Leda, no Douro Superior, este vinho Legado 2009.

Fernando Guedes e família
Fernando Guedes e família

Produzido com uvas provenientes de videiras com mais 100 anos, onde várias castas misturadas produzem uma quantidade muito pequena, o Legado 2009, segundo o enólogo Luís Sottomayor, apresenta uma cor rubi profunda e o seu aroma tem excelente intensidade e complexidade, sobressaindo os frutos secos como o figo e ameixa, notas balsâmicas de trufas e “sous-bois”, bem como especiarias como a pimenta e o caril. A madeira de excelente qualidade está muito bem integrada. Na boca mostra grande elegância e harmonia, com uma acidez muito viva mas bem integrada, boa presença de especiarias como a pimenta, e muita mineralidade. O final é extremamente longo, complexo e harmonioso.

A Turbilhão é uma revista semestral, especializada na área da Alta Relojoaria e do Luxo.