Um movimento – Duas Frequências

Vacheron Constantin

86

No campo da Alta Relojoaria, o Vacheron Constantin Traditionelle Twin Beat QP é o exemplo incontestado de um sistema, duas velocidades! Um conceito centrado no conforto do utilizador, mas que seduz também pela sua engenhosidade e elegância intrínsecas. Argumentos que são cada vez mais o apanágio de uma manufactura apostada na excelência.

A complicação associada ao calendário perpétuo é fascinante na forma como traduz para um processo mecânico as regras definidas pela bula pontifícia “Inter gravissimas” assinada pelo Papa Gregório XIII, a 24 de Fevereiro de 1582. Uma medida tomada com o intuito de introduzir uma série de emendas, correcções e reformas no calendário Juliano, e que marcou a transição para o calendário Gregoriano que hoje nos rege.

No entanto, a arquitectura de um movimento com calendário perpetuo de construção clássica, foi sempre vitima do inconveniente de um acerto complexo, condicionado pela sequência criteriosa de interacção dos diversos componentes que o constituem. Resumindo, uma vez esgotada a autonomia de corda habitualmente suficiente para pouco mais de 2 dias, o sistema requer por parte do utilizador uma sequência de acerto que, frequentemente, o levava à presença de um relojoeiro.

A solução para este problema levou alguns fabricantes a adoptar um sistema extremamente simples para o utilizador (apesar de complexo em termos mecânicos) que requeria apenas o rodar da coroa, num sentido ou noutro, de forma a repor o dia, mês e ano na sua sequência devida. Mas se por um lado o acerto abandonava o estatuto de verdadeiro quebra cabeças, a autonomia, apesar de prolongada em alguns casos para quase uma semana, mantinha-se como um factor de incómodo.

 

Twin Beat

Até agora a presença de dois balanços num único movimento representava uma de três soluções: a incorporação do conceito de ressonância, uma superior cronometria proporcionada pela conexão via diferencial de dois órgãos reguladores, ou a separação de uma função de cronógrafo potenciada no seu grau de fracção de leitura de tempos parciais por via de um balanço a oscilar a uma muito alta frequência.

Desde Janeiro de 2019 que a Vacheron Constantin decidiu introduzir um quarto e novo conceito, que recorre à diferenciação de frequências em dois órgãos reguladores separados para obter um efeito completamente distinto de todos os outros: uma autonomia ampliada para além do que se pensava ser possível com um tambor de arquitectura convencional, o que se adequa exemplarmente ao tipo de utilização a que habitualmente um calendário perpétuo é sujeito.

O notável Vacheron Constantin Traditionelle Twin Beat QP, apresentado ao mundo durante o último Salão de Alta Relojoaria de Genebra, incorpora efectivamente dois órgãos reguladores mas que, neste caso, permitem a alternância, por decisão do utilizador, entre um balanço a oscilar a uma frequência elevada de 5 Hz (36.000 aph), e um segundo balanço a oscilar a uma frequência de apenas 1,2 Hz (8.640 aph).

Carlos Torres
Carlos escreve como freelancer para diversas publicações nacionais e internacionais sobre o tema que sempre o fascinou, a alta-relojoaria. Uma área que considera ser uma porta para um mundo muito mais vasto, multidisciplinar e abrangente - uma fonte de informação cientifica, histórica e social quase inesgotável sobre quem somos e como aqui chegamos.